sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

JACQUES LEJEUNE - FANTASMES Ou L'Histoire De Blanche-Neige - França - 1975

fantasmes-front

Quem me conhece pode imaginar a minha felicidade
quando me ví de frente com uma cópia dessa pérola
em vinil num sebo em minha cidade natal Juiz de Fora.
A capa da frente com essa ilustração maravilhosa em nankim,
o título da obra, também tudo à ver, mas caí pra trás mesmo
quando ví a contra-capa...

fantasmes-back

Meu Deus!!!!!!
Na hora pensei: é um disco de música eletrônica erudita,
do jeito que eu gosto!
Ví que era francês e do início dos anos 70...
melhor impossível!
Mesmo assim, sem poder ouvir, levei pra casa e fiquei
aguardando o momento de voltar pra São Paulo e conferir
do que se tratava.
Enfim, dia 30 de dezembro, em companhia de meu mestre
Yupo, que me fazia uma visita para trazer mais de suas
absurdas pérolas que engrandessem esse blog,
resolvemos ouvir enfim o disco cuja nossa referência era zero.

E mais uma grande surpresa me foi presenteada!
Era uma obra prima!
Começa com uma citação de música tradicional lembrando
um estilo medieval onde sutilmente as melodias e os instrumentos
demonstram manipulação eletrônica, com edições e filtragens.

Em seguida sutis frequências eletrônicas são combinadas
com harmonia tradicional e cantos de pássaros.
É o nascimento de Branca de Neve!

Soa bonito, mas será que só vai ficar nisso.
De cara deu à entender uma certa linguagem popular, tipo
música contando uma estória.

Parecia algo muito bacana do início de carreira do Jean-Michael
Jarré (antes de Oxigene, tá?) e isso já era suficientemente
bacana pra eu adorar o disco.

De repente a música foi ficando mais e mais estranha e as referências
de música tradicional foram como se desmanchando.
Eu e o Yupo só comentando: "Noooossa, interessante...!"

Uma deliciosa mistura de timbres acústicos reprocessados
com frequências totalmente sintéticas alcançando alturas e texturas
extremas vão tomando conta.

Delírio total!!!!!

Yupo chega à dizer: "Esse disco é muito bom mesmo! "
Na hora me vem à cabeça:
"Como isso foi parar num sebo em Juiz de Fora?"
A realidade é que minha cidade natal já foi um importante pólo
cultural e hoje, mais timidamente ainda é com muito menos
iniciativas.
Bem, afinal, não foi em São Paulo que eu aprendí à amar
esse tipo de música...

fantasmes-inside

Mais tarde, lendo com calma o encarte do disco descobrí que
é uma trilha sonora para um balé com o mesmo nome do LP,
para uma companhia dirigida por Joseph Russillo e que a obra
era uma realização do Groupe Recherches Musicales de L'Istitute
National de L'Audiovisuel, o tão famoso GRM.

Jacques Lejeune nasceu em 1940 em Talence.
Sua formação é autodidata mas posteriormente chegou a estudar
na Schola Cantorum.
Estudou com Daniel Lesur, Pierre Schaeffer e Francis Bayle.
Já nessa época tinha experiência de 10 anos em trabalhar com o
GRM pesquisando improvisação
e associação instintiva entre som e imagem.
Mal sabia eu que se tratava de um grande nome da musica
eletroacustica francesa, tipo um dos feras!
É ótimo quando a gente não sabe tudo!

Esse trabalho ele descreve como sendo um diálogo com o
coreógrafo Joseph Russillo de interação de linguagens, e que o
LP, lógico, seria apenas uma versão auditiva do trabalho, mas que
mesmo assim, possui um grande poder descritivo.
As composições são como 14 ambientes sonoros preparados
para contar a tal "História de Branca de Neve", que parece
ser um interpretação livre da que conhecemos.

O por que do nome "FANTASMES"?

Segundo o amigo Mario Sader, ex-colega de trabalho, Fantasmes
não tem nada à ver com Fantasmas e sim com Fantasia... tendendo mais
para o sentido de "Fantasia Sexual"...
Puxa...vivendo e aprendendo.
Valeu Mario!!!!!

tracklist:

01 - Il était une fois : fanfare pour un prologue
02 - Naissance de Blanche-Neige
03 - Déploration de la mère de Blanche-Neige
04 - Rêverie de Blance-Neige
05 - Entrée et danse de la nouvele reine - Eloigment de
Blanche-Neige par la reine
06 - Danse du miroir
07 - Traversée de la forêt par le chasseur et Blanche-Neige
08 - Solitude de Blanche-Neige dans la forêt nocturne
09 - Danse des nains devant Blanche-Neige endormie
10 - Apparition de la reine déguisée
11 - Défilé funèbre des nains
12 - Arrivée du prince et éveil de Blanche-Neige à la vie
13 - Marche de la reine au supplice
14 - Final à la cour du prince

http://www.mediafire.com/?zzg2jyd4ywm

2 comentários:

Rafael Marquee disse...

Legal!

Eu já conhecia esse disco e é realmente muito bom!
Infelizmente, faz um tempo que eu não tenho essa sensação bacana de vc chegar em uma loja de discos despretenciosamente e achar uma pérola e tal. Ora por falta de sorte, ora por falta de dinheiro...hehehe

Anônimo disse...

⁄¡Obrigado! Thanks!

 
Music Top Blogs