domingo, 4 de janeiro de 2009

anvil FX - DENSE MUSIC - BRASIL - 2009

dense music folder

Senhoras e senhores, apresento meu novo trabalho.
Dense Music.
Quase que podíamos considerar como o oposto de Dance Music.
Desde que percebí que, para mim, correr atrás de tendências
se tornaria uma grande arapuca, comecei a mergulhar
na raíz do que eu realmente curto. Curto e grosso.

Fui formado na escola da precariedade, fazendo loops em
fitas cassete, usando sampler de 8 bits e sequênciando
AMIGA e MSX.

Meus heróis sempre foram o Kraftwerk, o Cabaret Voltaire (no início),
Throbbing Gristle, o Einstürzende Neubauten, XX Commeetée,
Test Dept, Laibach, Dive e esse tipo de coisa.
Aos poucos foram somando referências eruditas (porque
esse próprios artistas citados se influênciavam pelos eruditos)
como Stockhausen, Cage, Henry e Schaeffer etc...
Continuando a soma, os anos 90 me trouxeram o amor
incondicional pelos teclados analógicos e bandas como
ADD (N) TO X, Tipse, Sukia e foi quando descobrí maravilhas
como United States of America, Silver Apples, White Noise e Suicide.
Sem esquecer que tive uma forte onda WARP também...

Já os anos 2000 me aproximaram mais do passado num
forte aprofundamento na Psicodelia e em artistas
mais obscuros (não necessáriamente eruditos) do período
pioneiro da música eletrônica, como Bruce Haack, Raymond Scott,
Delia Darbyshire (minha ídola superma), Roger Roger e outros tantos...

Outra influência pra mim muito marcante foi a escola do KRAUTROCK,
onde bandas como Can, Neu!, Faust, Harmonia, La Dusseldorf e
de novo o seminal Kraftwerk me ensinaram o poder da música repetitiva.
O mantra-rock munido das colagens e dos ruídos eletrônicos
analógicos que provocam a deliciosa ansiedade do "homem squizóide do
século XXI". O equilíbrio dinâmico da doçura com o ruído extremo.

E sobre a repetição, outro artista que me marcou muito à pocos meses atrás
foi Gavin Bryars com sua espetacular: Jesus' Blood Never Failed Me Yet.
Incrível como os movimentos circulares que o pensamento é provocado
à fazer, ao contrário de te manter preso num ponto, te desloca
numa fascinante espiral que te eleva a um estado de comunicação mais
sensível com o que de interno e externo em nossos pensamentos.
Acredito que tanto para quem toca como para quem ouve, tudo começa
com a sensação desabradável da repetição até que rola aquele "click"
que te põe na sintonia. No fundo o objetivo seja mesmo esse,
a sintonia...

Juntando tudo isso que eu citei e buscando um aperfeiçoamento na
arte da simulação de minha época de falta de recursos técnicos,
tento ser o mais tosco possível, porque de fato, ainda existe um pedaço
que eu gosto muito de mim do dia que ouví música eletronica
pela primeira vez nos anos 70.

Usei pra fazer dois laptops Apple com Pro-Tools, Reason e Reaktor.
Uma série de plug-ins inclusive os da GRM.
Baixo e o meu maravilhoso MINIMOOG que tanto amo!

Esse disco tem a participação especial de Rodrigo Silver Machine na
faixa "punk hyppie lesado e sujo" tocando baixo com Fuzz.

A arte da capa é de minha adorada Adriana Peliano.
http://adrianapeliano.blogspot.com/

frentedensedois

Tr_sdensemusic

Tracklist:

01 - dinger
02 - jazzz
03 - glens fall
04 - tribo invisível
05 - efeitos das drogas pesadas
06 - punk hyppie lesado e sujo
07 - happy new end

http://www.mediafire.com/?wnz0rtyyj1l

6 comentários:

Vladimir disse...

estava aqui... olhando alguns lps antigos e encontrei um do goemon...

ai fui procurar sobre ele no google e achei esse blog com uma noticia de Terça-feira, 26 de Agosto de 2008
achei engraçado vc escrevendo sobre ele...
pq para mim goemon(Rui Mifune)e apenas o meu tio...
lol

não sabia que existia pessoa que conheciam a obra dele

pb disse...

Caramba, Vladmir!!!!!!
Me dê notícias do seu tio então!
como ele tá?
Queria muito fazer uma entrevista com ele!
Vc acha possível?

Vladimir disse...

noticias...
bem ele ta bem fodido de saude ta com 4 ou 5 pontes no coração problema de diabete... mas fora isso ta legal
e ta morando no japão... e não tenho muito contato com ele pois ele era casado com a minha tia então so o vejo quando raramente ele vem para o brasil para ver o filho(meu primo) e a minha tia(ex esposa dele)
quando eu me encontrar com algum dos meus parentes que tem mais contato com ele vou ver se pesso pra mandarem um email para ele dizendo que achei um fã dele que gostaria de entrar em contato com ele ok

pb disse...

Cara, muito obrigado!
Pela disposição e pelas notícias!
Espero que ele fique bem.
Acho o trabalho dele incrível e não é só eu.
Depois que postei o disco dele, foi um grande sucesso entre meus amigos!
grande abraço!

euamotubaina disse...

pb, to baixando a parada.

antes de qlqr coisa, fica a pergunta:

ONDE DIABOS vc achou um minimoog? tem q matar quem?

AQUELE abraço

pb disse...

achei na teodoro sampaio e outro eu importei.
mas o foda mesmo que precisa matar pra ter é o meu arp 2500.
abraço
pb

 
Music Top Blogs