sexta-feira, 18 de setembro de 2009

RRR 500 - anvil FX RRRemix 13.13.13.13.13 - Brasil/USA - 1998/2009

RRRcaparemix

Este é um trabalho de desconstrução, ou talvez re-construção baseado
num dos discos mais bizarros e bacanas que possuo em vinil, o RRR500.
Deixe-me explicar...
O material que eu aqui disponibilizo são remixes que eu mesmo produzi
e não o material original. Mas por que eu faria isso?
Vontade de aparecer?
Não...
Para que tudo se esclareça preciso falar antes do original.

RRRfolder

Numa das idas de Yupo ao Japão ele me consegue esse LP obra de arte,
serie limitada de 500 cópias em estado impecável que é uma coletânea
do selo underground, até então para mim totalmente desconhecido
o RRRecords.
Este selo americano é conhecido por apenas lançar trabalhos radicais
que incluem experimentações com o próprio suporte de reprodução.
O número 500 do título se refere à participação de 500 artistas envolvidos
com o selo ou apenas amigos ou gente que eles admiram na música.
São 250 artistas de cada lado, um loop de cada um.
Só que é impossível de ouvir este disco porque os loops são fechados.
Ao colocar a agulha no disco ela não sai do ponto em que você escolhe.
Os sulcos dos disco são anéis concêntricos e não uma espiral que leva
a agulha para o centro passando por todos os tracks como de costume.
Logo, você pode ficar colocando a agulha aleatoriamente e ouvindo
alguns loops mas nunca ouvir todos pois seria necessário uma precisão
cirúrgica para acertar todos os 250 sulcos de cada lado.
Anti-disco para Anti-música.
Uma maravilhosa pérola para se ter numa coleção.
Um vinil objeto de arte.
Me fascinou tanto a idéia que arrumei uma maneira de ouvi-lo.
Utilizando apenas meu toca disco conectado ao processador de efeito
de manipulação em tempo real da KORG, o KAOS PAD, fiz em casa
uma performance e gravei 6 tracks com aproximadamente 13 minutos cada.
Fiz o meu próprio disco de anti-música à partir do LP coletânea.
Ao meu entender é uma homenagem à RRR produzir esse remix conceitual
para trabalhos conceituais e a atitude conceitual do próprio selo.

Não sei precisar quanto tempo de atividade eles tiveram ou se ainda
estão em atividade, mas pelo que me lembro das palavras do MESTRE YUPO.
acredito que começaram no fim dos anos 70 ou início dos 80.
Abaixo o catálogo que data de 1998.

RRRcatalogA

RRRcatalogC

RRRcatalogB

Agora a relação de todos os artistas contidos no disco.
Impossível saber quais deles existem no meu remix...

RRRLIST01

RRRLIST02

RRRLIST03

RRRLIST04

Lembrando que meu trabalho foi feito todo em tempo real sem nenhuma
utilização posterior de computador.

Quem quiser se arriscar em entrar em contato com eles:

RRRMARC

Anti-disco Anti-música Anti-Remix
BAIXAR JÁ

6 comentários:

Rafael disse...

Tenho esse disco tb, mas ainda nãoouvi o seu remix...

De qq forma se prepare, pois já saiu o RRR 1000 no mês passado 9 ou retrasado)!

Dessa vez tem 50 lock grooves de 20 caras da pesada:

RRR-1000 LOCK GROOVE LP 50 grooves each - AMK, Aaron Dilloway, Thomas Dimuzio, Kevin Drumm, C.Giffoni, Incapacitants, GX Jupitter-Larsen, J.Lescalleet, F.Lopez, L.Marhaug, New Blockaders, J.Noetinger, D.Romero, Prurient, RLW, Runzelstirn & Gurgelstock, Sudden Infant, Keith Whitman, C.Spencer Yeh, Otomo Yoshihide

20 dólares na loja do seu Ron...É um bom preço

pb disse...

Rafael...
você não aceitaria ser colaborador deste blog?
Pô, seria tão legal.
Tenho certeza que você teria milhares de coisas legais aí pra postar.
aceita, vai...
vc poderia fazer no seu ritmo, sem cobranças.
vc se divertiria fazendo isso?

Ouve os remixes ae, vai...

Rafael disse...

PB, fiquei lisonjeado de verdade com seu convite!

No entanto, acho que o blog é a tua cara, meu chapa e qualquer intervenção de outrem (uia) poderia não ser tão benéfica assim...
De qq forma, muito obrigado pelo conviite e qq coisa tou na área!

A propósito já ouvi o remix e gostei muito!

Abs

pb disse...

Na real, estou fechando umas parcerias com outras pessoas, mas uma parceria com você seria matadora!
Pense melhor, acho que as perspectivas e visões do blog podem ser ampliadas.
No fundo o blog sempre teve pelo menos um grande participante que é o Yupo.
Isso sem contar o Vanderlei Lucentini.
Claro que haveria uma assinatura sua, uma marca cada vez que participasse, assim como o mestre Yupo.
Não teria obrigação de periodicidade também.
Algo bem natural. Pensa ae, vai!

meltedrubbersoul disse...

:-) :-) !!!WOW!!! (-: (-:

Anônimo disse...

please re up thank you

 
Music Top Blogs