sábado, 27 de junho de 2009

John Boudler/GRUPO DE PERCUSSÃO DO INSTITUTO DE ARTES DO PLANALTO - UNESP - II Prêmio Eldorado de Música - Brasil - 1986

unesp

Sempre bom conhecer os trabalhos sérios de música produzidos aqui na
nossa terra e este é um ótimo exemplo.
O próprio texto da contracapa nos fará entender do que se trata.
Como nos velhos tempos:

"Quanto custa vencer um preconceito?
Em música, como em outros campos da atividade humana, às vezes
custa muito.
Custa tempo, esforço, paciência e talento.
Só assim supera-se o que parecia ser intransponível.
Os percussionistas sentem essa realidade profundamente.
Ou se conformam em permanecer no fundo das orquestras (e, até
chegar aí, eles precisam transpor alguns séculos de História da Música)
ou se debatem, heroicamente, para provar que seus instrumentos
podem exercer um papel musical respeitável.
O Grupo de Percussão Do Instituto de Artes do Planalto, da Universidade
Estadual Paulista "Júlio Mesquita Filho", tornou-se responsável por
um avanço significativo neste setor.
Formado por alunos do curso de bacharelado em música, o grupo
resolveu participar do II Prêmio Eldorado de Música (São Paulo, 1986),
superando as próprias expectativas e marcando um alegre precedente.
Não se tem notícia de outro conjunto nestes moldes que tenha vencido
instrumentos tão consagrados como o piano e o violino, só para citar
dis exemplos - em concurso de música de alto nível.
Mas o grupo venceu a competição, depois de uma apresentação exemplar
no Teatro Cultura Artística, na noite de primeiro de dezembro de 86.
A conquista de que se fala possui, pelo menos, três dimensões:
1 - Ajuda a dissolver o preconceito existente em torno de uma numerosa
família de instrumentos (quase duas centenas), alguns deles bastante
antigos e quase todos ainda sub-utilizados por muitos compositores
contemporâneos.
2 - divulga uma literatura musical estreita mas significativa, e que vive hoje
uma expansão animadora.
3 - Mostra a eficácia de uma experiência pedagógica.

John Boudler, percussionista americano, doutorado pelo American
Conservatory of Music, em Chicago, e que chegou ao Brasil há nove anos
para integrar a Orquestra Sinfônica de Estado de São Paulo como timpanista
e para dirigir o curso de percussão do Instituto de Artes do Planalto, deve acumular
um jistificado orgulho ao conferir como seus alunos têm assimilado e levado
adiante os seus ensinamentos.
Boudler criou o grupo. O trabalho está aquí, resistrado neste lançamento do
Estúdio Eldorado que marca não só a vitória no concurso como a estréia
em disco do conjunto. Pelas ágeis baquetas desses jovens músicos, ouve-se
um repertório diferenciado, que aponta para várias direções: do "ragtime"
de George Hamilton Green, que nos faz pensar na longa e harmoniosa
convivência da percussão com o jazz, até a música de John Cage.
Neste percurso prova-se ainda a experimentação pioneira de Varèse além de
dois momentos particulares na obra de Camargo Guarnieri e Marlos Nobre.

Laura Greenhalgh"

[[[[[[[[[[[[[[[[[POST EM CONSTRUÇÃO]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]

click aqui pra baixar

5 comentários:

Jesvs disse...

Alô, PB!
Sou do blog de música jesvscristvs.blogspot.com

Acompanho seu famigerado blog a já algum tempo e gostaria de saber se estás disposto a fazer uma parceria, aquela velha ajuda mútua(linkar o meu blog no seu e vice-versa).

Se não, não há problemas, mas, como Jesus disse aos Filisteus no sermão da montanha:

"Pelo menos dá uma vislumbrada no blog ae, sangue bom."

pb disse...

Já eh! Abraço e parabéns!!!!

Elias disse...

Parabéns pelo blog! Poderia repostar este disco?
Obrigado, amigo!

Elias disse...

Parabéns pelo blog!
Poderia repostar este disco?
Obrigado, amigo!

Elias disse...

Parabéns pelo blog!
Poderia repostar este disco?
Obrigado, amigo!

 
Music Top Blogs