domingo, 9 de agosto de 2009

José Mário Branco - Mudam-se os Tempos, Mudam-se as Vontades - Portugal - 1971

IMG_0400

Ao contrário de certos artistas Brasileiros, o cantor e compositor
Português, José Mário Branco, durante seu exílio na França de durou
do ano de 1963 à 1974, produziu este belíssimo e inspirado disco.
Mais específicamente no ano de 1971.
Soa como uma mistura de música medieval com fado, toques de música
concreta e blues.
Filho de professores primários, cresceu no Porto e frequentou o curso
de História, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra,
que não concluiu.
Expoente da música de intervenção portuguesa (música de protesto),
iniciou a sua carreira durante o Estado Novo, tendo sido perseguído e exilado.
Com ele trabalharam José Afonso, Sérgio Godinho, Luís Represas, Fausto
e Camané, entre outros, com os quais participou em concertos ou em álbuns
editados como cantautor e/ou como responsável pelos arranjos musicais.
Igualmente compôs e cantou para o teatro, o cinema e a televisão.
Em 1974 fundou o GAC - Grupo de Acção Cultural com o qual gravou dois álbuns:
A cantiga é uma arma (G.A.C) (1976)
Pois canté! (G.A.C.) (1977)
Entre música de intervenção, fado e outras, são obras suas famosas os discos
Ser Solidário, Margem de Certa Maneira, A noite e o emblemático FMI,
obra síntese do movimento revolucionário português com seus sonhos e desencantos.
Esta última foi pelo próprio proibida de passar em quaisquer rádio, TV ou outro
tipo de exibição pública. Não obstante este fato, FMI será, provavelmente, a sua obra
mais conhecida.
O seu álbum mais recente, lançado em 2004, intitula-se Resistir é Vencer
em homenagem ao povo timorense que resistiu durante décadas à ocupação
pelas forças da Indonésia logo após o 25 de Abril. O ideário socialista está expresso
em muitas das suas letras.

IMG_0401

Tracklist:

01 - Abertura/Cantiga para Pedir 2 Tostoes
02 - Cantiga do Fogo e da Guerra
03 - O Charlatão
04 - Queixa das Almas Jovens e Torturadas
05 - Nevoeiro
06 - Mariazinha
07 - Casa Comigo Marta
08 - Perfilados de Medo
09 - Mudam-se os Tempos, Mudam-se As Vontades

Baixe aqui

yupo-stamp
Post com a colaboração do Mestre Yupo

9 comentários:

Gui disse...

Adorei esse disco.
Tô ouvindo 'Nevoeiro' no repeat.

pb disse...

Esse disco é o máximo!!!!!
Vou até postar outros discos dele.

arlequim disse...

Pb vou baixar esse ainda!!
adiciona a gnt no teu blog (já te add <3)

=)
Paulinha

http://arlequimdourado.blogspot.com/

roberto disse...

curiosidade: mario branco tem uma música com ivan lins, que eu saiba, nunca gravada.
como dizem os portugueses: as consequências vem depois

Discos Com Sono disse...

É um grande disco, esse primeiro do Zé Mário Branco. Eu prefiro outros mais tardios, "Ser Solidário" ou "A Mãe", por exemplo.

Atenção a quem ouvir o "FMI" (saiu originalmente em MX-S mas vem como faixa extra na reedição em CD de "Ser Solidário). Aquilo é barra pesada e pode dar uma ressaca valente. Cuidado :-)

Para quem tiver dificuldade em perceber o sotaque português no FMI, a letra está toda aqui:
http://fmi.com.sapo.pt/

abraço do outro lado do Atlântico
Pedro

icastico disse...

Beautiful. Thanks.

http://aboombong.bandcamp.com/

Tânia disse...

Nossa! Desde ontem só ouço isso!!!!Bom, bom, muito bom!!!!!!!!!!!!!! Thanks PB!

Ana Gaspar disse...

Vejam por favor!!
O trabalho de um grande admirador do Sr. José Mário Branco!!

http://youtu.be/0iJi8KbPirI

Ana Gaspar disse...

Vejam o trabalho brilhante de um grande admirador do Sr. José Mário Branco!

http://youtu.be/0iJi8KbPirI

FMI por José Coelho

 
Music Top Blogs