sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

SAUDADES DA NUVEM NOVE - documentário - São Paulo - 2008

nuvem-colagem

Filmado com uma câmera mini-DV e editado no IMOVIE HD da APPLE.
Duração: 100 min

Pra quem não sabe, ou não soube, existiu por 17 anos no bairro itaim na capital de São Paulo, a loja de discos mais interessante e divertida de se frequentar para comprar discos e trocar ideias sobre música.
Mas, muito mais que isso aconteceu lá e uma ideia mínima disso você pode ter assistindo esse video.

Esse é o primeiro corte do flme, cheio de defetos porque foi feito às pressas para uma oficial projeção de comemoração do encerramento das atividades da loja.

É um corte bastante longo porque tinha objetivos mais internos para as pessoas que viveram alí.

Mesmo assim resolví manter dessa forma porque como fiz totalmente sozinho, por puro amor à loja, meus compromissos do dia a dia não me deixam ter este projeto como uma prioridade.
Uma hora sai...

Mas enquanto isso, assistam esse corte mesmo, principalmente porque ele é muito significativo pra mim, porque o que eu mais gostava de fazer lá era ouvir o José falar...falar...falar...
como eu viajei com as estórias divertidíssimas...

PARTE 01


SAUDADES DA NUVEM NOVE parte 01 from paulo beto on Vimeo.

PARTE 02


SAUDADES DA NUVEM NOVE parte 02 from paulo beto on Vimeo.

Creditos:
Direção, audio, câmera e edição por Paulo Beto.

15 comentários:

Ricardo Alpendre disse...

Carai, PB, muito legal este blog Mundo Estranho de Paraíba! Quando vejo blogs assim dá vontade de reativar (ou ativar de fato pela primeira vez) meu blog hibernante. O filme então, nem se fala! Não é à toa que pessoas choram com ele! Parabéns!

Edu disse...

Parabéns pelo filme, emocionante.

Guilherme disse...

Fiquei emocionado.
Eu ia na loja de duas ou três vezes por mês por pelo menos uns 9 anos. As vezes ia atrás de alguma raridade, outras ia só pra ver se tinha alguma oferta nos usados (sempre tinha alguma coisa), era parte do meu programa de sábado de manhã.
O filme foi muito bem feito, parabéns á você e á todos o pessoal da Nuvem Nove.

Só uma sugestão: Que tal postar o filme em algum site de torrents, para que os ex-clientes possam baixar e guardar de recordação.

Um abraço

João Pacheco disse...

PB,
Não tive a oportunidade de ir no último dia da Nuvem Nove pois estava trabalhando. Mas, por outro lado foi até foi bom pois, pelo visto, eu não ia parar de chorar. Conheço o Zé desde os tempos do Sebo da Granja e sem sombras de dúvida é a pessoa mais generosa e boa praça que eu conheço na vida.
Excelente a tua iniciativa de fazer o documentário e registrar para o futuro o que significou a Nuvem Nove para todos que tiveram a oportunidade de conviver com essa família.
Zé e Júlia....saudades.....

pb disse...

Grande João Pacheco!
Saldações Magmas!!!!

Guilherme disse...

o filme ficou maravilhoso. enquanto assistia fiquei com um pouco de saudade do que nem conheci, pois nunca fui na nuvem. Abraço.

Daniel Cardoso disse...

Éh! Meus amiguinhos. O que é bom dura pouco!
Sem dúvida nenhuma essa loja vez minha coleção aumentar...

marco disse...

Das coisas que vamos perdendo em São Paulo, lojas, restaurantes, lugares, amigos... A Nuvem em particular vai deixar saudades, em especial em mim, que sou um cliente e amigo antigo, daqueles que se lembram das fotos e conhecem quase todas as pessoas que aparecem no vídeo. Nostalgia também porque os tempos mudaram, e não para melhor. Por hora, apenas adeus, Zé. Não esqueça de mandar o endereço da futura "Nuvem", talvez lá em Toronto. Um dia eu ainda te surpreendo por lá.

MVETTOR disse...

Sinceramente, chego até a ficar meio indignado...
Na verdade, algo me diz alguma coisa vai acontecer...isso não deve ficar assim.

Anônimo disse...

Muito emocionante o filme,

realmente já deu saudades !!!

Mais uma loja que se foi...

Parabens pelo trabalho e pelos anos todos com a Nuvem Nove !!!

Wagner Xavier

Fabiano disse...

Só vou dizer uma coisa: eu lamento, lamento, lamento MUITO não ter conhecido a Nuvem Nove!... E o pior foi que eu tive oportunidade! ;_;

Zepp Head disse...

Cara, é maravilhoso alguém ter realizado um documntário sobre o que significou para os amantes da boa música a Nuvem Nove aqui em São Paulo.Conheci a loja em seus primórdios, quando havia discos até na escadinha onde o Zé ficava sentado à tarde, boa parte deles de sua coleção particular (alguns dos quais tive a sorte e privilégio de poder comprar).Fui morador do Itaim por 22 anos e pude frequentar a loja semanalmente, sempre com um prazer enorme.Sou Zeppelin maníaco, e me lembro com saudade dos vários bootlegs comprados diretamente com o Zé.Concordo com meu amigo de longa data, João Pacheco, que foi maravilhoso fazer parte dessa família de audiófilos.Saudades.Grande abraço.

Felipe de Souza.

Daniel Setti disse...

Salve PB, aquié o Setti, ex-Jumbão, amigo do Tatá e do Dudu. Nos encontramos algumas vezes na Nuvem, não sei se você lembra. Descobri teu blog há pouco e tenho pescado algumas bizarrices muito boas. Agora, caramba, cara, que legal esse doc! Eu estou há um tempo fora e soube só recentemente que a loja fechou - embora o José já me houvesse alertado de que isso iria acontecer na última vez que fui lá, em 2007. É realmente de cortar o coração o fim da Nuvem, mas o seu documentário (que é algo que gostaria de ter feito) serve como um bonito consolo, além de ser um registro muito divertido. Como essas figuras aí, fui quase todo sábado lá entre 2001 e 2006. Graças à loja, e aos rolos que ela fazia, tenho uma coleção de discos da qual gosto muito. Parabéns e um abraço (e quando puder, confira minhas listas no http://lavemomaladalista.blogspot.com/

vania alves disse...

TB fiquei órfã de onde encontrar coisas que nem sabia que procurava. tá ficando esquisito. ninguém compra CD. Um porre esse papo de baixar música, pagando ou não.
muita gente grava e onde encontrar? estamos entregues às grandes redes de livrarias. aqui em Brasília, perdemos a 2001. agora, só mainstream.
saudades também daquele clima boa gente, que acolhia qualquer um que entrasse, como eu entrei um dia e voltei muitos outros.
legal fazer esse filme, mas acho que não precisava lembrar de mais perdas, desculpa.
vania

Anônimo disse...

Frequentei a Nuvem Nove nos tempos do Bento , trabalha perto no IBGE , e nos dias de pagamento passava o horário de almoço procurando vinis em oferta , sempre dava negócio ... fazia cara de pidão e conseguia descontos ... o engraçado foi encontrar o Bento um dia em uma festa na USP, a gente se conhecia apenas de vista .. nada de nomes .. ele estava um pouco simpatico, seus amigos lançaram a pérola "já está bebado , conversando com qualquer um que passa .. rs" felicidades a toda a familia nuvem nove e parabens pelo video ...
Rafael Franklin

 
Music Top Blogs